Os Bulldogs dão-se bem com os gatos?

Decidi que queria arranjar outro animal de estimação; já tinha um gato, por isso decidi que um cão seria perfeito. O Bulldog parecia ter uma personalidade amigável e divertida, mas não era grande demais para mim. Como dono de um gato, eu precisava saber se um Bulldog se daria bem com meu gato.

Após alguma pesquisa e leitura, consegui todas as respostas que precisava.

Os Bulldogs se dão bem com gatos?

Os Bulldogs se dão bem com gatos? Sim, os Bulldogs se dão bem com gatos a maior parte do tempo. Com a sua natureza descontraída e simpatia para com os outros, esta raça provavelmente se tornará rapidamente amiga do gato da família. Ocasionalmente um Bulldog pode ter problemas com gatos, mas a raça Bulldog é mais frequentemente aberta e de fácil aceitação. Se você quiser um cão que se misture bem com outros, o Bulldog é apenas esse cão!

O Bulldog é uma raça de cães que tem uma natureza amável e amorosa apesar do seu passado histórico. Embora a criação não seja o único fator que determina o temperamento de um cão, certamente não dói ter um bom começo.

Muitas coisas determinam se um cão vai se dar bem com um gato que inclui questões de saúde, idade, seu ambiente, suas habilidades sociais e treinamento, bem como a natureza do gato individual.

A personalidade e o temperamento de um gato pode ser difícil de determinar. Cada gato é único e especial nestas áreas com emoções complexas e processos de pensamento que variam de um para o outro.

Considerar o gato doméstico antes de selecionar um cão de qualquer raça é a questão mais importante. Sua idade, saúde e habilidades sociais prévias com outros animais de estimação, incluindo cães, irão definir o tom para o quão bem eles e o novo Bulldog vão se dar bem.

A melhor maneira de determinar isso é apresentando o gato de casa para outros cães. Se um amigo, vizinho ou membro da família tiver um cão, isso pode ajudar a determinar como será a aceitação do gato.

Se o gato da casa ficar indiferente ou amigável ao cão, então é provável que o Bulldog não tenha problemas.

No entanto, se o gato da casa se tornar agressivo, estressado, agitado, talvez seja melhor esperar e tentar socializar o gato mais tarde.

Não faz sentido trazer um Bulldog para casa em um lar onde o gato de estimação possa causar danos físicos.

Treinamento e habilidades sociais são importantes para um Bulldog, ou qualquer cão se dar bem com um gato ou outro animal de estimação. Se o Bulldog é treinado em comportamentos adequados desde cedo, com uma revisão diária repetitiva eles crescerão para entender o que é esperado deles em várias situações.

Isso leva tempo e paciência da parte do dono, então uma revisão diária é importante para reforçar continuamente os bons comportamentos. Isto pode ajudar o Bulldog individual que pode decidir que não gosta do gato doméstico ou outro animal de estimação.

Generalmente, uma raça muito social o Bulldog pode parecer que eles têm todas as habilidades sociais que eles vão precisar, mas este não é o caso. Cada Bulldog tem uma personalidade única. A socialização anda de mãos dadas com o treinamento de obediência e deve ser experimentada o mais cedo possível.

>

Eles podem não ter um problema de socialização, mas isso não significa que eles não devem participar, já que eles podem aprender algumas habilidades muito vitais sendo expostos a gatos cedo.

O ambiente doméstico também desempenha um papel se um Bulldog e um gato vão se dar bem. Os animais captam naturalmente as energias boas e más dos humanos, portanto se estivermos estressados, zangados ou chateados eles vão notar.

Se conseguirmos manter um comportamento descontraído em torno dos nossos animais de estimação, isso irá afectar positivamente a sua personalidade. Isto pode ajudá-los a se dar bem apesar de suas diferenças.

Os Bulldogs se dão bem com os gatos?

A saúde e a idade do Bulldog individual são fatores importantes para determinar se eles serão um bom ajuste em uma casa com um gato.

Embora um Bulldog mais novo, ou talvez um cachorro se torne um bom companheiro com qualquer outro animal de estimação de uma casa, os cães mais velhos talvez não.

Os Bulldogs são conhecidos pela sua força bruta, mas também pelos seus problemas de saúde. Cães mais velhos que têm dores ou outros problemas de saúde leves ou graves podem achar difícil tolerar a presença de outro animal na casa.

Isso pode acrescentar tensão ao Bulldog envelhecido e ao gato; portanto, considerações devem ser feitas ao decidir-se por um Bulldog para uma casa com um gato.

Se nos lembrarmos que cada animal de estimação, cão ou gato tem sua personalidade única, podemos entender melhor as relações entre eles e porque eles se dão ou não bem. Enquanto a raça do Bulldog pode iluminar um pouco a sua personalidade, cada cão ainda é a sua.

Por que o Bulldog pode ter problemas em se dar bem com um gato?

O Bulldog geralmente tem uma personalidade acolhedora e amigável, se por alguma razão eles não se dão bem com um gato pode ser causado pelo próprio gato ou por questões territoriais.

Um gato como o Bulldog terá seus traços de personalidade que são trazidos para a amizade. Dependendo do gato, esses traços podem fazer ou quebrar a amizade.

Se o gato é muito social e amigável é improvável que eles tenham problemas. Se, no entanto, o gato for territorial e agressivo pode haver problemas mesmo para o amigável e feliz Bulldog.

Se o Bulldog não se dá bem com o gato pode estar relacionado com as suas questões territoriais.

Embora a maioria dos Bulldogs sejam descontraídos e fáceis de lidar, alguns se tornam territoriais e podem ter problemas com outros cães ou gatos. O treinamento e socialização adequados podem minimizar esse problema.

Os filhotes de Bulldogs se dão melhor com os gatos do que outras raças de cães?

Não, não necessariamente. Todos os filhotes, independentemente da raça, podem se dar bem e socializar com um gato ou com qualquer outra pessoa.

Divertir-se é principalmente uma habilidade aprendida que precisa ser ensinada. A socialização durante a fase de cachorro é muito aberta, amigável e feliz, uma vez que todos, excepto a mãe, são provavelmente considerados companheiros de brincadeira neste momento!

Quais são algumas formas de ajudar o Bulldog e o Gato a darem-se bem?

Se por alguma razão você se encontrar com um Bulldog e um gato que não se estão a dar bem, existem alguns passos que você pode dar para ajudar a fomentar uma boa amizade. O primeiro passo deve vir antes de se conhecerem.

A certeza de que cada animal de estimação foi treinado e socializado o máximo possível deve ser a primeira coisa a fazer. Estes passos que acontecem antes de se conhecerem e aprenderem a viver juntos promovem um melhor relacionamento desde o primeiro dia.

Após isto ter sido estabelecido, a primeira introdução deve ser curta e doce. Um rápido encontro e saudação que não seja uma pressão onde eles possam se ver mas não se sintam ameaçados pelo outro. Isto é provavelmente mais para o gato do que para o cão.

Não devem ser forçados a cheirar um ao outro ou a ter contacto físico. Isto deve vir deles no seu próprio tempo. Depois desta primeira introdução ter sido concluída, eles devem ser separados dentro da casa para que ambos estejam seguros e tenham seu próprio espaço para se ajustar ao outro.

Estes pequenos trechos de tempo juntos podem ser gradualmente aumentados à medida que o tempo passa. O dono pode sentar-se e partilhar iguarias e afecto com ambos os animais de estimação, o que minimizará os ciúmes e esperançosamente criará um ambiente confortável, seguro e amoroso tanto para o Bulldog como para o gato.

Este processo pode ser muito longo dependendo da personalidade do gato ou cão e de como eles reagem um ao outro. Tempo e paciência da parte do dono são necessários para o sucesso.

Cada um deve também ter um local seguro onde se possa esconder ou procurar refúgio caso surjam problemas, bem como a sua área para comer. Isto cria segurança e minimiza as questões territoriais relativas à alimentação.

Os alimentos devem ser sempre alimentados ao mesmo tempo, juntamente com carinho, guloseimas e brincadeiras para reduzir quaisquer problemas de ciúmes que possam surgir em qualquer um dos animais.

Se todos estes passos tiverem sido implementados e ainda surgirem problemas com o Bulldog e o gato não se entenderem, talvez consultando um veterinário ou treinador possa ajudar a preparar o caminho para uma relação harmoniosa entre o gato e o Bulldog.

Que tipo de problemas podem surgir entre um Bulldog e um gato?

Um único número de problemas pode surgir quando dois animais de estimação vivem juntos na mesma casa. Problemas territoriais e de agressão são talvez os piores, com a personalidade única de cada animal a colidir com o outro para controlo ou ranking superior.

Felizmente, o Bulldog é de longe uma raça de cão feliz, amigável e com sorte. Se surgir agressão ou questões territoriais, pode ser o gato. Gatos podem ser desagradáveis quando se sentem ameaçados, morder e arranhar são apenas alguns problemas que podem surgir.

Um Pensamento Final

É de conhecimento comum que ao longo da história cães e gatos geralmente não se dão bem. As suas diferentes origens tornam difícil para eles relacionarem-se e entenderem-se.

Nem sempre é o caso de um Bulldog e um gato na mesma casa, mas é uma possibilidade, portanto, passos devem ser dados antes da introdução.

Felizmente com a sua personalidade surpreendente, é pouco provável que seja culpa dos Bulldogs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.